24 maio, 2005

DE CARRO

O avião é rápido, tem pressa,
e alcança logo seu destino.
Mas o seu caminho,
eu não posso improvisar.
-Por isso, vou de carro!

O ônibus pára,
e no meio do nada uma linda cidade
fez-me querer ficar.
O ônibus precisa partir, eu não.
-Por isso, vou de carro!

Uma moto me liberta,
vai aonde eu quero ir.
Mas só leva a mim,
os amigos ficam.
-Por isso, vou de carro!

Podemos virar à direita.
Queremos ouvir a Portela.
Paramos tudo para ver o sol se pôr.
Então, viramos à esquerda.
-Por isso, vamos de carro!